Apresentação

Objetivos

Público Alvo

Programação preliminar

Trabalhos Científicos

Inscrições

Coordenação

Localização
Parceiros

SAPIS anteriores

Organização:

Tema Central:

Gestão Participativa de Áreas Protegidas

de 11 a 14 de Novembro de 2007
Teresópolis/RJ

 

APRESENTAÇÂO

A participação ativa da sociedade no processo de tomada de decisões constitui, atualmente, uma das premissas centrais da política ambiental brasileira. Este é também o enfoque prioritário das principais políticas para proteção e conservação de recursos naturais no Brasil, destacando-se o Sistema Nacional de Unidades de Conservação (2000), a Política Nacional de Biodiversidade (2002) e o Plano Nacional de Áreas Protegidas (2006). O tema da inclusão social representa, portanto, o ponto de partida para as estratégias de gestão de áreas protegidas no país, no que tange às parcerias, ao compartilhamento de responsabilidades e à distribuição justa e eqüitativa dos benefícios gerados pela proteção da natureza. Inclusão Social, considerada em sentido amplo, que propicie o engajamento da sociedade na definição de políticas que interfiram no direito do cidadão, na interpretação e apropriação de patrimônio natural e cultural e na valorização do conhecimento baseado na simbologia local.

No entanto, ainda é muito recente no país pesquisas e iniciativas interdisciplinares capazes de conduzir ao desenvolvimento de metodologias inovadoras e/ou discussões mais complexas, envolvendo simultaneamente os olhares e perspectivas das diferentes áreas do conhecimento.

Tendo como ponto de partida esse cenário, a Universidade Federal do Rio de Janeiro, através do Programa EICOS-IP, promoveu o I e o II Seminário sobre Áreas Protegidas e Inclusão Social, nos anos de 2005 e 2006, respectivamente, contando com o apoio e adesão de pesquisadores e programas de pós-graduação de outras instituições brasileiras. Neste dois primeiros eventos, um universo de aproximadamente 350 participantes, entre pesquisadores, estudantes, gestores, profissionais liberais das mais diferentes áreas do conhecimento, oriundos de todas as cinco regiões do país, tiveram a oportunidade de discutir temas como “Desafios e Metodologias para Inclusão Social em Áreas Protegidas”, “Inclusão Social e Plano Nacional de Áreas Protegidas”, “Inclusão Social e Áreas Protegidas na Pesquisa Acadêmica”, e “Experiências em Gestão Participativa de Áreas Protegidas”, entre outros. A contribuição dos resultados obtidos nas duas edições do evento está consolidada em seus anais, com mais de 150 trabalhos apresentados, e na edição especial do Caderno Virtual de Turismo (veja mais na seção: Eventos anteriores).

Com a responsabilidade de atualmente ser um dos mais importantes fóruns no Brasil a discutir a temática da inclusão social em áreas protegidas, o 3º Seminário Brasileiro sobre Áreas Protegidas e Inclusão Social (III SAPIS) será realizado em 2007 com a missão de ampliar o debate e permitir o intercâmbio de informações e experiências entre os diferentes grupos interessados neste tema no país.

A temática central do evento nesta edição será “Gestão Participativa de Áreas Protegidas”, um convite à reflexão sobre o papel dos conselhos na gestão, sobretudo nas unidades de conservação, e de novas metodologias e abordagens que possibilitem a inclusão de todos os grupos e agentes sociais no processo de gestão das áreas protegidas no Brasil.

Nesta terceira edição do SAPIS, que inaugura a itinerância na organização do evento, a coordenação geral estará a cargo da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais e Florestais, que organizará o evento em conjunto com o Progama EICOS da UFRJ e apoio de diversas instituições.

 
-----------------------------7d8282c36039e Content-Disposition: form-data; name="file2"; filename="" Content-Type: application/octet-stream