Apresentação

Objetivos

Público Alvo

Programação

Trabalhos Científicos

Inscrições

Organizadores

Localização
Parceiros

Evento Paralelo

Programação Cultural


Realização:

Confira o relatório técnico do II SAPIS. Nela você encontrará uma sintese das mesas redondas, algumas fotos do evento, estatísticas, dentre outras informações.

- Relatório Técnico II SAPIS -
- Clique aqui -

 

APRESENTAÇÂO

A participação da sociedade no processo de tomada de decisões constitui, atualmente, uma das premissas centrais da política ambiental brasileira e este é também, o enfoque prioritário na construção do Plano Nacional de Áreas Protegidas. O tema da inclusão social representa, portanto, o ponto de partida para as estratégias de gestão de Unidades de Conservação, no que tange às parcerias, ao compartilhamento de responsabilidades e à distribuição justa e eqüitativa dos benefícios gerados pela proteção da natureza. Inclusão Social, considerada em sentido amplo, de engajamento da sociedade na definição de políticas, que interferem no direito do cidadão, na interpretação de patrimônio natural e cultural e na valorização do conhecimento baseado na simbologia local.

No entanto, ainda são incipientes pesquisas e iniciativas interdisciplinares capazes de fomentar o desenvolvimento de metodologias inovadoras e/ou discussões mais complexas, envolvendo simultaneamente os olhares e perspectivas das diferentes áreas do conhecimento e, em especial, das ciências sociais.

Em virtude desse cenário, o Programa EICOS-IP/UFRJ promoveu o I Seminário sobre Áreas Protegidas e Inclusão Social, realizado nos dia 1 e 2 de dezembro de 2005, na cidade do Rio de Janeiro. O I SAPIS contou com a participação de 126 inscritos e diversos ouvintes (não inscritos) de pelo menos 50 instituições (Universidades públicas e privadas, setores do governo federal, estadual e municipal, ong’s e empresas privadas), englobando todas as 5 regiões do país, abrangendo 10 estados (RJ, ES, SP, MG, DF, BA, MA, TO, SC e RS). Entre os principais temas abordados destacamos “Desafios e Metodologias para Inclusão Social em Áreas Protegidas”, “Inclusão Social e Plano Nacional de Áreas Protegidas”, “Inclusão Social e Áreas protegidas na Pesquisa Acadêmica” e “Experiências em Gestão Participativa de Áreas Protegidas”. Além das palestras e mesas-redondas, o seminário recebeu a contribuição de especialistas, pesquisadores e estudantes na forma de trabalhos técnicos e científicos que posteriormente foram publicados em uma edição especial do Caderno Virtual de Turismo (www.ivt-rj.net/sapis/anais2005).

No sentido de aprofundar e dar continuidade as discussões do I SAPIS, o Programa EICOS-IP/UFRJ, propõe a realização do II Seminário sobre Áreas Protegidas e Inclusão Social, com o objetivo de potencializar a reflexão sobre o tema e o intercâmbio de experiências de pesquisas e projetos que permitam a interpretação do "Estado da Arte" e a formação de redes, mobilizadas para o debate acadêmico.